Quando a Veja toca no assunto que seus leitores preferem ignorar

Bruno Chateaubriand

Imaginem pais e mães da classe média brasileira lendo o depoimento de um gay bem mais tangível que os casais acépticos das novelas da Globo. Para mim e talvez para você leitor do Blog do Júnior as falas de Bruno Chateaubriand, o último entrevistado da seção Páginas Amarelas da revista Veja, não sejam tão inovadoras assim. Mas se pensarmos no público leitor da revista mais importante do Brasil, a entrevista que o jovem jornalista e empresário de ginastas olímpicos concedeu ao semanal da Abril ganha uma importância incontestável.

Nascido em família de classe média alta (a avó materna era prima do magnata da imprensa Assis Chateaubriand)”, Bruno é figura conhecida no Rio de Janeiro. Na matéria, a Veja afirma que o rapaz foi responsável pelo reveillon mais disputado da capital carioca, que aconteceu no apartamento, em Copacabana, que divide com o maridão André Ramos. Só é uma pena que nem nas festas em sua própria casa Bruno consiga beijar seu André, por puro constragimento com os convidados. Depois de falar à Veja, já está na hora de superar isso né Bruno!

Vale a pena ler.

Jr*

Deixe um comentário

Filed under Gay, Tolerância

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s