Panela velha: convidada leva veteranos e novatos ao ringue da música

guest_blogger

post_ju

O que você espera da música quando ano após ano novas “Big Bang” bandas surgem e também quase simultaneamente desaparecem? Em quem apostar? Como defender aquela banda para os seus amigos garantindo que ela não será apenas mais um hit de verão? Ou até mesmo que não morrerão de overdose no próximo festival?

Eu sei que todos (inclusive eu – e não nego) adoram achar bandas novas no myspace vindas da PQP ou de alguma cidadezinha na Islândia. Mas melhor ainda é achar aquele lado B da sua antiga banda favorita, que já deve estar lá pelo quarto CD ou gravando um ao vivo em algum mini clube de Berlin. Isso sim é muito legal!

Meu post é sobre isso. À convite do meu super amigo Junior vim aqui fazer uma participação especial e defender a minha tese de que o melhor da música ainda é feito pelos “velhinhos do Rock”. A idéia é falar de quem promete trabalho novo para 2008 da disputada lista dos dos que já tem sucesso garantido. Listei algumas bandas – super fodásticas em minha opinião – que creio irão agradar o pessoal do blog. Veja depois do pulo!

PS: Sim, há um PS já no começo do Post. Após a exposição do que sei sobre os CDs, haverá três tipos de comentário (meus obviamente!) graduados em: “Mal posso esperar! UEBA!”, “É, a gente escuta por aí!” e finalmente “Mas quanto desperdício de talento!”.

•FRANZ FERDINAND

Estréia: Março

Após uma lacuna de três anos desde o fantástico CD “You Could Have It So Much Better”, muitos projetos solos/bizarros/ótimos como: lançamento de livro de culinária, produção do CD do The Cribs e até mesmo a compra de uma Gatorra legítima Brasileira; os quatro Franzs estão de volta com um CD que dará o que falar. Trabalhando com o mesmo produtor de bandas como Girls Aloud e Sugababes, a banda acaba de misturar seu indie-rock com o pop, o mais verdadeiro e puro pop. Mesmo assim, garantem que não perderam as guitarras, mas não negam a participação de sintetizadores nas músicas, e até mesmo do espírito de “Heroes” do David Bowie. Estão felizes por assumirem o Pop (sim, eles querem com “P” maiúsculo) e de finalmente deixarem o rótulo que nunca de fato assumiram de rock band. Mal posso esperar! UEBA!

•OASIS

Estréia: Maio

Aproveitando o renascimento da banda depois do quase-tão-glorioso “Don’t Believe The Truth”, Noel Gallagher parece ter retomado as formas. Seu lado mais senhoril com a turnê sola-acústica feita recentemente na Inglaterra, o deixou mais confiante e já está de volta com seu irmão nos estúdios da Abbey Road de Londres. O CD tem uma faixa de mais de 10 minutos que já assumiu o ego da banda e assegura ser o mais novo épico da psicodelia. Bafon mesmo da notícia é a possibilidade de disponibilizarem o álbum na web, igual ao Radiohead. Mal posso esperar! UEBA!

•MADONNA

Estréia: Abril

Chegar na casa dos 50s deve assustar muitas mulheres, mas com certeza Madonna não é uma delas. Indo para o seu 11° álbum de estúdio ela não deveria ter mais para onde inovar, mas já que estamos falando da Deusa-Diva-Rainha do Pop, obviamente estamos errados. Madonna deu “tchau” pro Dance e resolveu que a nova tendência agora é o Urban. Lu-xo! Vai me dizer que ela não é formadora de opinião? Você acha que isso tem chances de dar errado? Gente, é a ela! Hey! E como seu próprio nome já não bastasse, a musa fez parcerias como os novos ban-ban-bans da música nos EUA: Timbaland, Justin Timberlake e Pharrell Williams. Com certeza o álbum será um belo-e-acentuado “Beijo me liga” para a Warner. É, a gente escuta por aí.

•LILY ALLEN

Estréia: Maio

Se sobreviver até o meio do ano já está ótimo e no lucro! Na verdade havia rumores de ela já estaria em estúdio desde julho do ano passado, mas com todo esse Bafon da mídia sobre sua gravidez-aborto do filho de um dos Brothers, sinceramente não sei mais como as coisas andam. De qualquer forma ela alegava que a acidez das músicas permaneceria e que iria continuar provocando os pobres inglesezinhos, mas o CD em um geral teria um arranjo diferente. Amplo né? Mas é o que temos de informação. Por enquanto ela prefere se dedicar a um novo programa sobre os jovens e suas “redes sociais” para a BBC3. Deve dar mais dinheiro. É, a gente escuta por aí!

•RACONTEURS

Estréia: Abril

De fato a banda deixou de ser apenas um hobby para Jack White. O disco já está gravado há mais de 6 meses, mas só sairá do estúdio em Nashville quando a outra banda de J. White – aka The White Stripes – estiver de Summer Break! E como esse meninão adora um suspense, bem, nada se sabe direito. Doze músicas, uma muito diferente da outra. Zero de ajuda. Mas o pouquíssimo que se sabe já me deixou com água na boca. Em uma música, então entitulada “Footsteps”, haverá o “andar” do líder do The Hives. What the f***? Jack, só porque eu sou apaixonada por você! Mal posso esperar! UEBA!

•GOLDFRAPP

Estréia: Fevereiro

Triste notícia para mim. Eles preferiram trocar o glam-disco por folk-pesado-psicodélico. Chocado? Tudo bem, eles nunca foram considerados previsíveis, mas precisava de tanto?! Garantiram muitas guitarras acústicas com sintetizadores no máximo da distorção. Mas se Alison dizia estar sufocada pela falta de pausas e de ar nas músicas de “Supernature”, pela beleza dela, entendemos a mudança. Mas quanto desperdício de talento!

•THE VERVE

Estréia: Maio

Não foi pelo dinheiro. Primeira coisa dita pelo ex-carreirista solo Richard Ashcroft. Tá bom. Se eu não fosse tão fã daquela belezinha-amassada-super-inglesa eu não acreditava. Mas quem além de mim acha isso verdade!? Anyway, então tá, pelo prazer da música o grupo se reuniu para o quarto álbum. Tudo começou com uma pequena Jam Session saudosista que acabou rendendo já em 22 músicas. Como então não voltar para shows e CDs com o grupo já em tanta sintonia? Impossível! O estilo eles alegam ter mudado com a mesma desculpa de qualquer outra banda que sumiu/apareceu: nosso mais verdadeiro álbum. Muito tempo se passou afinal, mas, felizmente, já há uma música nova candidata a new-Bittersweet. É, a gente escuta por aí!

•ARCTIC MONKEYS

Estréia: Novembro

Inegáveis meninos prodígios. O álbum ainda super fresco em nossas cabecinhas já tem sucessor! Há sete músicas prontíssimas! Incluindo a já tocada em shows “The Wagon On The Way To The Stripey Tent”, disponível no YouTube certamente. A música anuncia claramente o novo jeito, antecipado em partes no CD atual, deles tocarem: mais agressivos, complexos, arranjados e com muita “raivinha”. Além disso, há a colaboração dos meninos do Arcade Fire junto ao The Rascals em um épico musical das cordas mais variadas possíveis. Se Alex Turner junto com a on-off namorada fez a fodíssima “Fluorescent Adolescent”, imagine o que será dessa faixa! Mal posso esperar! UEBA!

•THE KILLERS

Estréia: Outubro

Já que não agradaram o público americano (já não posso dizer o mesmo) com seu segundo álbum “Sam’s Town”, The Killers resolveram voltar para o estilão do primeiro disco. Não que isso seja ruim, mas é uma desculpinha bem comercial e machucadora de egos. A banda retomou as ligações com o parceiro de Madonna, Stuart Price, para produzir parte do CD. O mesmo é famoso por ter produzido a vendedora-de-disco “Mr. Brightside” em 2007. Certamente não estão pisando em ovos, mas sem dúvidas não estão querendo sair do reinado do pop. Mas quanto desperdício de talento!

•KLAXONS

Estréia: Outubro

Não sei nem como começar a falar o que será o novo CD dos Klaxons. Só espero algo caótico. Pelo que li na net nada ajudou. A ordem explicada por eles: dance+ dubstep+ prog+ cover+ 90’s+ R&B. Entendeu!? Eu não. Cheio de contradições certo? Sentirei falta de driblar os raios lasers. Por isso mesmo, haha: Mal posso esperar! UEBA!

Espero que esses CDs só venham mostrar quem realmente veio para ficar ou para ir de vez para casa. Alguns eu não tenho dúvida da influência que causarão e outros que servirão de inspiração para outros. Acho que minha tese foi defendida… Se eu ganho, isso eu já não sei. Fica para cada um decidir.

PS Final: Pode ler ouvindo a banda novíssima ONE NIGHT ONLY, inspirados por Libertines, em uma cidade feita por Henrique VIII, tocando meio a lá Keane, com voz de Brandon Flowers e que pode durar apenas uma noite. (Ouça: Just for Tonight)

Ana Júlia Kiss (Flickr/Orkut) – Nossa primeira Guest Blogger, que já foi até ao oriente, é admnistradora de empresas, gosta de bandas novas e velhas, fuça no myspace mas prefere comprar CDs (ela tem tudo que você possa imaginar), adora garotos amassadinhos, adesivo na parede e comer depois da balada.

1 Comentário

Filed under Música

One response to “Panela velha: convidada leva veteranos e novatos ao ringue da música

  1. Ana Julia Kiss

    Eu me auto-comento…
    Me adorei, e acima de qualquer coisa adoro você Ju!!!
    Amore… Saudades. Obrigada! :*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s