Category Archives: Arte

Flickerista: felipemorozini em “Masks”

SANTA CEIA

SURREALISMO

FOX LOVERS    LOST

MISTER FOX AND   THE BLUE SEA    MARACATU ATÔMICO    (UN)PUBLISHED

FIGHT!!! LUCHA!!!!!

Como blogueiro que sou, adoro coisas feitas por gente qua ainda não ouvi falar na TV, no jornal, em revistas, mas que marcam presença na web. Além de textos e vídeos, a internet também é um ótimo lugar para achar fotos e idéias de imagens incríveis. Para mim, um dos melhores lugares para buscar imagens inspiradoras, emocionantes, engraçadas, nada a ver, grotescas, e o que mais você quiser, é o Flickr. Por isso resolvi criar mais um modelo fixo de post que irá dar sugestões semanais (não leve a periodicidade tão a sério) de algum fotógrafo da comunidade. Oe primeiro scolhido é felipemorozini, com destaque para o álbum Masks. Sintam-se a vontade para visitar a página do cara, deixar cometários, criar balõezinhos, adicionar tags, enfim, prestigiem! Divulguem!

Fotos de felipemorozini.

Jr*

1 Comentário

Filed under Arte, Fotos

Em Londres, artista manda Publicidade urbana à guilhotina

    

    

Calma, minha gente, este não é um post especial de Halloween. Saibam que as imagens aí em cima são consideradas artísticas por muitos, enquanto outros preferem acreditar que se trata de mais uma forma de deterioração urbana. Polêmicas à parte, fato é que o artista anônimo The Decapitator vem dando o que falar com suas intervenções nos painéis publicitários da cidade de Londres. Para quem não entendeu o “antes e depois” das imagens, eu explico: o trabalho consiste em recriar imagens de anúncios publicitários alterando a forma dos pesonagens em destaque, que reaparecem guilhotinados na releitura macabra de Decapitator. Só em Londres mesmo!

Veja mais no perfil do decapitator no Flickr.

Jr*

Deixe um comentário

Filed under Arte, Fait Divers, Lifestyle

Ubuweb é osasis audiovisual na web

Ubuweb

Se você gosta de arte, cinema e mesmo de moda, se jogue no site Ubuweb. Eles têm um ótimo acervo de vídeos pioneiros na linguagem, visual e roteiro. Vai lá e descanse sua cabeça do YouTube.

Jr*

2 comentários

Filed under Arte, Cinema, Moda e design, web

Føtografia: de Paris à Palestina mostrando a cara do povão

Face 2 Face JR

Meu chará e artista francês, o grafiteiro e fotógrafo JR começou a fazer street art grafitando nos túneis do metro da capital francesa. Mas foi após encontrar um máquina fotográfica abandonada na Paris subterranea que ele descobriu o formato que tornaria sua arte conhecida mundialmente. Depois de espalhar pela cidade imagens dos rostos dos moradores da periferia parisiense, em pleno auge das manifestações em 2005 (lembra das manchetes “Paris em chamas”?), JR viajou ao oriente médio para repetir a idéia entre palestinos e judeus.

A proposta era colocar esses povos cara à cara. O resultado é o projeto Face 2 Face, que estampou auto-retratos gigantes até no muro construído por Ariel Sharon, símbolo da segregação entre arábes e israelienses. “Essas pessoas possuem a mesma aparência, falam a mesma lígua, como irmãos gêmios só que criados em famílias diferentes… é óbvio, mas eles não exergam isso. Precisamos colocá-los frente a frente” descreve JR à revista Nylon Guys.

Com ajuda do companheiro Marco, JR abordou pessoas comuns, como cabeleireiros, taxistas, senhoras de idade e crianças Usou uma câmera 28 milímetros clicando a uma distância de 10 cm do rosto das pessoas. A idéia era pegar risadas e expressões cômicas, que para o criador ajudam a humanizar as pessoas. Veja vídeo sobre o projeto na continuação deste post.

Continue lendo

Deixe um comentário

Filed under Arte, Cultura, Fotos

Centro de SP ganha emoticons urbanos

Bueiros 6emeia

Cansados de engolirem tudo sem nunca retrucar, os bueiros de São Paulo resolveram se expressar mostrando suas caras. O que é esse post? Não é a revolta dos bueiros não. É que os grafiteiros Leonardo Delafuente (D lafuen T) e Anderson Augusto (SÃO), do projeto 6emeia, tiveram a simples e genial idéia de pintar os esquecidos buracos do sistema de saneamento básico da cidade.

O resultado ficou ótimo e pode ser conferindo em passeios pelos bairros Bom Retiro, Barra Funda, Santa Cecília e Higienópolis ou em exposição fotográfica (corra, pois só vai até 29 de setembro) no Bar Berlim (Rua Cônego Vicente Miguel Marino, 85, Barra Funda).

Segundo matéria do jornal O Globo, os artistas tiveram a idéia enquanto pensavam em um projeto ainda mais ambicioso, o de pintar uma rua inteira, com intervenções nos postes, muros, calçadas, enfim, no máximo de elementos possíveis que uma rua pode ter. A idéia da dupla é propor à prefeitura de concretizar tal projeto na Rua do Bosque, situada na Barra Funda.

Para saber mais sobre o projeto 6emeia ou ver outras fotos visite a página oficial do coletivo ou ainda os perfis dos caras no Flickr e Fotolog.

Essa nota foi dica do blog Opequi, que a propósito, estou adorando ler!

Jr*

1 Comentário

Filed under Arte

Grafite de brasileiros dá cara nøva a castelo do séc. XIII

Os Gêmeos Kelburn

(updated 04/09)Depois de levar a arte das ruas para o restrito mundo das galerias, a dupla de grafiteiros paulistanos Gustavo e Otávio, mais conhecidos como os Gêmeos, juntaram forças com a grafiteira Nina e ainda Nunca (é o pseudônimo do cara) para dar mais vida ao cinza opaco da idade média. É que os artistas foram convidados por descendentes de uma família nobre escocesa para pintarem um castelo herdado de seus antepassados.

Segundo matéria da revista Sneaker TRIP, os propietários tiveram a idéia quando souberam que a fachada do castelo teria que ser restaurada em quatro anos. Enquanto a data não chega, Alice e David Boyle, filhos do conde Glasgow, resolveram convidar os brasileiros para encabeçar o The Graffiti Project, como batizaram a brincadeira, que teve apoio de instituições governamentais.

Para ver álbum de fotos no flickr com o resultado final da obra clique aqui.

Jr*

1 Comentário

Filed under Arte, Lifestyle

Mangá japonês é obra-prima em versão feita por norte-americano

Tekkonkinkreet_1

Tekkonkinkreet_2

Tekkonkinkreet_3

Reafirmando a vocação pelas animações aqui no Blog do Júnior, vamos falar de “Tekkonkinkreet”, filme lançado no ano passado no Japão e que pude ver há uma semana, quando chegou aos cinemas aqui da França.

Trata-se de uma adaptação do mangá japonês homônimo escrito por Taiyo Matsumoto (que foi lançado no Brasil com o nome “Preto e Branco”).

Nas telonas, a obra extrapola as regras dos animes nipônicos com várias influências do mundo ocidental, muito provavelmente por conta da direção do norte-americano Michael Arias.

Você não vê por exemplo aqueles olhos exagerados das animações japonesas e nem as típicas cores gritantes. Impossível também de não se impressionar com os ângulos e a velocidade das câmeras, ou com a mistura de imagens em 2D com outras em 3D, e com as diversas técnicas de desenho adotadas para diferenciar o plano real do universo psicológico dos personagens principais.

Kuro e Shiro (Preto e Branco) são os heróis dessa história que se passa em uma megalópole japonesa.

Com cara de Tokyo, mas temperada com elementos fictícios, como o ar de terra sem lei e uma determinada pobreza (algo que não se aplica a uma cidade japonesa), essa selva de pedra é o habitat das duas crianças acrobatas que voam sobre os prédios da cidade enfrentando a polícia, malfeitores e especuladores imobiliários.

E é durante uma dessas cruzadas que os dois vão ser separados e assim terão de enfrentar seus próprios demônios internos. Kuro, matador sanguinário precoce, e Shiro, criança quase altista com sentidos mega aguçados, são na verdade duas facetas opostas que se alimentam uma da outra. E o resultado dessa dualidade é o mix de violência e poesia que mostra o porque Tekkonkinkreet é muito mais que uma animação estéticamente bem feita. É um convite ao mundo onírico da mente das duas crianças.

Eu adorei o filme e super recomendo. Espero que seja lançado logo aí no Brasil. De todo jeito li no site do Rraul que o pessoal do Addictive TV foi convidado pela Sony Pictures para editarem o material que irá divulgar o lançamento do DVD, o que deve rolar logo mais pelo visto.

O Rraul inclusive arrisca dizer que o filme foi meio inspirado em Cidade de Deus, de Fernando Meirelles, na sua edição de imagens e na dualidade entre inocência e violência. Não sei se isso é informação de release (e eles não explicam muito bem), mas realmente tem muito a ver.

Jr*

Deixe um comentário

Filed under Arte, Cinema